Radioterapia guiada por imagem

A Radioterapia guiada por Imagem proporciona ao paciente a dose precisa da radiação no tumor, sem atingir células saudáveis dos órgãos ao redor. O emprego dessa técnica é muito importante, devido à distribuição precisa de dose produzida pela IMRT (radioterapia de intensidade modulada) ou até mesmo pela radioterapia conformada. Esses dispositivos poder também verificar as mudanças que talvez ocorram na localização e no tamanho do volume alvo durante o tratamento, gerando a necessidade de novos planejamentos, conhecidos como radioterapia adaptativa.

Existem diferentes opções de tecnologia integradas na sala de tratamento e as mais utilizadas incluem: imagem com raios-x de kilovoltagem ou megavoltagem (EPID), com ultrasonografia, tomoterapia, tomografia convencional e “ConeBeam CT” com kilovoltagem (KV) ou megavoltagem (MV). O Cone Beam – CT (tomografia computadorizada) aumenta as chances de cura do paciente e reduz o risco de efeitos colaterais. Responsável pelo método  (radioterapia guiada por imagens), ele é mais assertivo na destruição das células cancerígenas, pois auxilia na verificação do local exato do tumor durante a aplicação da dose de radiação.