Radioterapia estereotáxica ablativa extracraniana (ou corpórea)/Radiocirurgia

Radiocirurgia Estereotáxica Extracraniana ou Corpórea é uma forma altamente precisa de radioterapia. São administradas altas doses de radiação, consideradas ablativas, direcionadas a tumores fora do sistema nervoso central, a fim de extinguir completamente as células tumorais. A localização estereotáxica em tumores extracrânio somente foi possível com a incorporação de técnicas de localização guiadas por imagens, nas quais uma tomografia é realizada na mesa de tratamento, ou por sistemas de raios X, possibilitando a localização precisa. As referências para a localização dependem da região a ser irradiada e podem ser por meio de estruturas ósseas, partes moles ou marcadores fiduciais implantados no tumor ou na periferia.

As altas doses biológicas administradas no tumor proporcionam taxas de cura de uma maneira nunca antes alcançada com a radioterapia convencional. Os tumores mais frequentemente irradiados com essa técnica são os de pulmão, metástases pulmonares e paravertebrais, tumores de fígado, metástases em torno do corpo (oligometástases), entre outros.